cropped-cropped-logo-omar-face-tv-1.png

Categoria:

Nikki Sixx: “O Mötley Crüe não é uma banda de personagens criados”

Nikki Sixx: “O Mötley Crüe não é uma banda de personagens criados”

Em mais um episódio da série “Por Dentro Com Paulo Baron” no canal do YouTube do crítico musical Regis Tadeu, ele e o empresário mexicano e promotor de shows entrevistaram Nikki Sixx, encorpando a lista de ilustres figuras globais da música com a qual a dupla já conversou, com nomes do porte de Sammy Hagar, Paul Stanley, Doc McGhee e Michael Kiske, amigos de longa data de Baron.

Na entrevista de aproximadamente trinta minutos, o baixista da banda estadunidense Mötley Crüe revelou detalhes interessantes acerca de sua carreira, curiosidades e assuntos diversos, como o fato de estar escrevendo dois livros, dentre os quais um infantil. Ele também relatou à dupla como revisitou seu passado doloroso no livro “Meus Primeiros 21: Como Me tornei Nikki Sixx”, discorreu sobre estar sóbrio há vinte anos e ainda comentou o fato de seu grupo ser genuíno e não precisar mudar sua essência para se encaixar:

“Tem esses personagens e eles não são criados. Não é tipo: ‘Nikki vai ser esse cara, Tommy vai ser o mais barulhento’. São essas quatro personalidades que acidentalmente ficaram juntas, todas movidas pelo mesmo combustível e é muito legal. Nós fomos a banda mais quente do mundo ou não queremos que ninguém toque na gente. A banda mais quente do mundo, a gente se separa e agora estamos tocando em estádios. E isso é porque o núcleo do Mötley Crüe é real. É real. Não precisamos tentar nos encaixar. Não precisamos ser alternativos. Não precisamos tentar ser uma banda de hip- hop esse mês. É apenas o Mötley Crüe, como AC/DC, como Metallica. Mantenha-se quem você é”.

A entrevista se encontra disponível no canal do Regis Tadeu. Assista já:

Siga a Top Link Music nas redes sociais:
Instagram: @toplinkmusic
Facebook: @toplinkmusicoficial

Assessoria Top Link Music

Compartilhe na redes sociais

Artigos Relacionados