cropped-cropped-logo-omar-face-tv-1.png

Categoria:

Uma magia para amor? Quem nunca pensou em fazer?” revela Mestre Bueno no Barão

O Mestre Bueno do Barão é um Espiritualista, em primeiro lugar, se considera um bruxo, um mago. É formado em alto grau de algumas religiões afro-brasileiras e em seitas de magia herméticas, e prática feitiços e rituais de magia.

Além disso, é um empresário de sucesso já há muitos anos, bem como professor, consultor de negócios, consultor de empresas em gerenciamento de crise e marketing, estrategista político, e auxilia no processo de intermédio de comércio de diamantes de ouro para clientes de negócios, com o que trabalha desde muito antes de trabalhar também com magia.

Ao ser perguntado sobre porque ele resolveu se colocar à disposição da magia para outras pessoas publicamente através da internet, mesmo sendo de família tradicional de Goiás, e vindo de uma vida precocemente estruturada e de sucesso, ele responde com propriedade e autenticidade: “É quem eu sou, o que eu acredito, acho certo, usei pra mim, para a minha vida, minhas empresas, minha evolução pessoal, não vejo porque esconder, mesmo sendo do interior, mesmo sendo de família tradicional… Aliás, existe alguma coisa mais tradicional que magia? Até onde eu sei, embora vivamos sobre a cultura pré concebida cristã, nós não temos tantos anos dela em voga quanto temos de outras religiões e seitas, ou segmentos. É tudo uma questão de perspectiva. E quem achar errado, olha, é uma pena, não sabe o bem que a magia faz.”

Sobre o bem que ele afirma a magia trazer para a sua vida e para a vida das pessoas perguntamos um pouco mais, no que ele nos esclarece.

“Financeiramente. Para mim, com certeza foi o primeiro ponto em que vi mudanças. Vó meus negócios e minhas empresas prosperarem com muito mais facilidade. Lógico que empenhei meu esforço como antes, mas os resultados eram melhores. Inclusive isso é um dos grandes mitos, de que se faz uma magia e não se tem de fazer mais nada, isso não é verdade. Continuei trabalhando muito, desde muito novo, tanto em meus negócios quanto em magia, para então ver resultados melhores. Se eu fizesse só um ou outro, não acredito que teria o mesmo resultado, ainda mais sendo tão jovem.”

“Além disso, tem o amor em si. Que é outro grande beneficiado com a magia. Uma magia para o amor? Quem nunca pensou em fazer? Eu mesmo já pensei e já fiz e só estou solteiro por enquanto porque ainda quero, facilita minha vida, que é muito corrida.”

De modo neutro e até por curiosidade, que inclusive pode vir a ser uma curiosidade dos leitores, perguntamos ao Mestre Bueno do Barão o que ele pensa sobre trabalhos amorosos, que são alguns dos mais condenados pelo pensamento comum, inclusive segundo o próprio, ao que ele responde objetivamente.

“Acho uma grande tolice de quem não usa da magia em si para fazer trabalhos amorosos. Posso estar errado, até posso. Mas não devo estar, já vi muita gente evoluir e se transformar para melhor, através de trabalhos amorosos que as pessoas considerariam errados, como amarrações, por exemplo, afastar inimigos, outro exemplo, que eu faço, e não tenho problema nenhum com isso, a questão é que se você descompensa de um lado no universo, você precisa compensar do outro. Nada que uma boa caridade não compense e ajude, e faça a roda girar melhor ainda. Ou, enfim, trabalhar dentro da hermética para que a polarização seja neutralizada de alguma forma e a gente consiga realizar os pedidos de alguma maneira.”

Ao instigarmos um pouco mais sobre ele achar certo ou errado, ele responde com sinceridade, mas também irônico: “quantas pessoas existem no banco de uma igreja em um dia de cerimônia, pegando hóstias, ou óleos sagrados ungidos, ou paninhos de não sei o quê, enquanto pedem pra que Deus traga um amor pra vida delas, ou faça com que elas consigam fazer um amor específico dar certo? A intenção está ali, os elementos ritualísticos de magia também estão ali. Eu faço magia de outra forma, de uma forma mais clara, objetiva, direta e com outras energias envolvidas, mas os desejos humanos são os mesmos em qualquer tipo de culto ou ritual, ou cerimônia. Ser humano é ser humano. E o que eu acho errado é maior que querer um amor ou vários, ou o que seja, eu acho errado julgar, ou viver infeliz por causa do julgamento dos outros.”

O jovem espiritualista, mago, influencer, empresário e escritor certamente é uma personalidade interessante de se acompanhar.

Você pode conhecer seus trabalhos e pensamentos espirituais em seu Instagram @mestrebuenodobarao, onde também pode entrar em contato com ele. E também pode acompanhar sua vida agitada e muito interessante e chamativa, através de seu Instagram pessoal @reinaldobuenofilho.

E ele ressalta antes de acabarmos: “e, aproveitem, aliás, aproveitemos todos, através da magia temos uma chance de sermos felizes no amor e na vida financeira no próximo ano de 2022, então, por qual motivo não tentar, não é? É um ano de colheitas, de retornos, de escolhas, de encruzilhadas, a magia pode ajudar e muito. Inclusive no amor.”

Compartilhe na redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Artigos Relacionados