Categoria:

Sonho de viajar volta a ser realidade para os brasileiros

Rodrigo Felipe_divulgação

Sonho de viajar volta a ser realidade para os brasileiros

 A pandemia do novo Coronavírus exigiu que não apenas as pessoas se trancafiassem em casa, mas também parte dos seus sonhos. Viagens de negócios, passeios, férias com a família, lua-de-mel… tudo foi deixado em segundo plano. Mas à medida em que vacinação se amplia, a busca pelo descanso merecido volta a ganhar corpo.

As fronteiras, começando pelos aeroportos, gradativamente estão reabrindo as portas. E isso vem trazendo impactos positivos para a retomada do turismo. De acordo com a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), desde maio a procura por pacotes de viagens vem aumentando 20% por mês. A Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) confirma que o aumento iniciou. Pelos números da entidade, a expectativa já para 2021 é de que as agências fechem o ano com faturamento próximo de 70% do que houve em 2019, antes da pandemia.

Ainda de acordo com a Abav, as capitais nordestinas e outros pólos turísticos da região, como Porto Seguro (BA) e Porto de Galinhas (PE), vêm recebendo grande demanda, além de Gramado (RS), Rio de Janeiro, Lençóis Maranhenses (MA) e Campos do Jordão (SP). “Gradativamente os turistas estão voltando. A procura por pacotes de viagens, particularmente de lua-de-mel, que ficou estancado por mais de um ano, está crescendo rapidamente”, revela Rodrigo Felipe, sócio-proprietário da agência Uma Viagens.

Segundo ele, a procura está tão intensa que é difícil até precisar qual o destino mais procurado. Até mesmo as viagens internacionais já estão atraindo um bom público. “O desejo de voltar a viajar é tão grande que nem o dólar e o euro em alta estão sendo obstáculo para os turistas. Há muita procura por destinos europeus e, claro, pelas praias brasileiras. Estamos projetando um grande aquecimento da procura para até o meio do ano que vem”, salienta.

Orientação

Mas o sócio da Uma Viagens orienta as pessoas que querem destinos internacionais a conversar com o agente de viagens antes de decidir para onde ir. “Geralmente o turista, principalmente os casais, já pesquisam antes para onde ir. Só depois procuram a agência. Mas ainda há países que estão com o turismo fechado. Por isso, o ideal é inverter a ordem. Um bom agente de viagens pode indicar bons destinos sem o risco de fechamento”, explica Rodrigo.

Além disso, o passageiro consegue viajar com segurança, sem o risco de prejuízo financeiro por um contratempo. “A agência oferece um seguro-viagem que diminui as perdas e danos em caso de problemas em qualquer momento do destino. O momento mostra que é melhor viajar prevenido do que transformar o passeio dos sonhos numa grande dor de cabeça”, adverte o empresário da Uma Viagens.

 

Compartilhe na redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Artigos Relacionados

paty

Advogada previdenciária Patrícia Evangelista

           Advogada previdenciária Patrícia Evangelista analisa reformas previdenciárias realizadas pelos municípios brasileiros Os municípios brasileiros estão aprovando uma série de mudanças nas regras previdenciárias. As alterações

Leia mais »