Categoria:

Vereador Douglas Cerqueira (PT) é acusado de agredir servidor público na Ilha de Itaparica

O servidor público Daniel Nascimento, 37, acusa ter sofrido agressão física e ameaças verbais do político Douglas Cerqueira da Conceição (PT), mais conhecido como Douglinhas, em Itaparica/BA. Segundo o relato, o ato de fúria ocorreu na principal praça pública do bairro de Ponta de Areia, onde o mesmo foi surpreendido com quatro tapas na região do tórax e um soco do então vereador, ocorrido no último sábado (28).

No exercício da profissão, Nascimento relata com detalhes o ocorrido: “Ele queria me dar funções para fazer trabalhos particulares de roçagem em casas de veraneio. Não tenho a máquina boa para fazer esse tipo de serviço, e não temos combustíveis, e mesmo assim queria que desse um jeito pra fazer a limpeza dos terrenos das pessoas de lá, e que não tem nada a ver com o trabalho da prefeitura.”

O motivo, de acordo com o relator é que a causa teria partido após ele se recusar atender um pedido de cunho pessoal do vereador, que seria para carpi terrenos, serviços particulares com intenções políticas ao seu favor.

Por essa situação, cheguei na praça por volta das 08h30 da manhã coordenando a minha turma e ele me recebeu com agressão verbal e física, me dando 4 tapas no peito e um soco, mas o soco não pegou em mim, e sim no rapaz que entrou no meio na hora. Ele disse que manda na localidade e tem que ser como ele quiser.”

Após a suposta agressão, o administrador de Ponta de Areia afirma ter registrado um Boletim de Ocorrência contra o vereador Douglas (PT) na Delegacia de Mar Grande e na Delegacia da Ilha de Itaparica.

“Prestei a queixa contra ele. Não revidei. Sou evangélico, líder espiritual, e graças a Deus mantive a calma. O pessoal chegou tirando o agressor de cima de mim”, desabafou Daniel.

Daniel afirma que mais supostos relatos têm contra o vereador, mas que ninguém teve a coragem de vir a público denunciar. “Tem casos que não vieram à tona de outros relatos de agressão física contra o vereador. Amanhã vou dá uma queixa no Conselho de Ética da Câmara Municipal. Um ato desse não pode ficar impune!”, finaliza.

Compartilhe na redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Artigos Relacionados