Categoria:

BIOMÉDICA JULIANA SIRUFFO FALA SOBRE PAPEL DA GENÉTICA NA CURA DO CORONAVÍRUS.

O que você sabe sobre genética? E qual seu papel na pandemia?

Quando se fala em genética, as pessoas associam o assunto com DNA, testes de paternidade e inseminação artificial. Não está errado, mas a genética é muito mais do que isso. Genética é a ciência que estuda os genes e as avançadas pesquisas desenvolveram a biotecnologia, a clonagem, produtos transgênicos, o uso de células-tronco e a prevenção/tratamento de doenças como o câncer. A genética salva muitas vidas. 

Ao compreender a genética do coronavírus, cientistas podem descobrir como começou, como se propagou e como desenvolver a vacina mais eficaz para disseminá-lo.

Durante a pandemia, os biomédicos têm sido fundamentais para a realização do exame para a confirmação da COVID, o  RT-PCR, porque atuam na coleta e análise do material, tornando-se os principais responsáveis pelo diagnóstico da doença. Além disso, muitos biomédicos atuam ao longo de todo o processo de pesquisa por novas vacinas. 

“O papel de um biomédico nesta área é muito importante. O profissional pode atuar em pesquisas científicas na área da Genética, trabalhar com doenças e modificações genéticas, trabalhar na área da saúde pública, entre outras opções”, explica a Dra. Juliana Siruffo, biomédica, mestranda em Genética pela UFRJ e pós em Biologia Molecular. Conhecer a genética da pessoa infectada e do vírus são importantes para  entender as diferentes respostas que o ser humano tem ao coronavírus, e ter maiores esperanças de um novo normal.

Instagram: @drajulianasiruffo

Compartilhe na redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest

Artigos Relacionados